Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Planejamento urbano

Concitiba debate zoneamento e meio ambiente

28/07/2017 15:58:00

A relação entre o meio ambiente e o zoneamento fez parte dos debates da 43ª reunião ordinária do Conselho da Cidade (Concitiba) no auditório do Ippuc, nesta quinta-feira (27/7).

“A visão do território sob o prisma da questão ambiental tem relação direta com o zoneamento. Curitiba, onde está a nascente do Iguaçu, é o berço dos rios que formam as Cataratas, patrimônios naturais da humanidade”, afirmou o presidente do Ippuc e do Concitiba, Reginaldo Reinert.

Segundo ele, a preservação das margens de rios, a realização de obras de drenagem, bem como a reserva de área com vistas à permeabilidade do solo têm relação direta no processo de planejamento com visão de futuro. “Quando falamos de rios é fácil relacionar com o meio ambiente, mas quando tratamos de transporte não é tão simples fazer essa associação. Mas tudo isso integra o processo do uso ambiental do território e a sua adequação ao Plano Diretor”, explicou.

Ocupação do território
Dentro do processo de ocupação do território, também foi discutida a estrutura urbana. Entre os pontos destacados neste contexto estão Conectora 3, como exemplo de extensão dos eixos de desenvolvimento para o leste com vistas à ampliação da estrutura de mobilidade e integração urbana.

“São ações apoiadas na base do planejamento que integra o uso do solo e o sistema viário, preparando a cidade para as próximas décadas, com a preservação e ampliação da qualidade dos espaços de moradia”, disse o coordenador do processo de revisão do Plano Diretor e da Lei de Zoneamento, Miguel Roguski.

Ele destacou ainda que os debates no âmbito do Concitiba são de grande relevância por conta das contribuições de segmentos sociais de toda a cidade. “São propostas importantes para o aperfeiçoamento da lei no tocante à inclusão social com a melhor ocupação de áreas infraestruturadas e criação de empreendimentos de Habitação de Interesse Social também em eixos de adensamento, proporcionando que a cidade seja mais inclusiva”, observou Roguski.

Participaram da reunião do conselho como membros titulares por parte do Executivo Municipal, o secretário municipal do Urbanismo, Marcelo Ferraz César; o presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento, Frederico Lacerda; Ricardo Bindo, do Ippuc; José Dirceu de Mattos, da Secretaria de Governo; Rosangela Battistella, representando a Urbs; Viviane Poletto, da Secretaria Municipal de Planejamento, Finanças e Orçamento; e Reinaldo Pilotto, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. Por parte do setor produtivo, compareceu à reunião o representante da Fecomércio-PR, Edenir Zandoná Jr. Como representante dos trabalhadores participaram Luciano Surek, do Sindicato dos Arquitetos e Urbanistas no Estado do Paraná (SindArq-PR), e Luiz Henrique Calhau da Costa, do Sindicato dos Engenheiros no Estado do Paraná (Senge-PR).

Das entidades Profissionais, Acadêmicas e de Pesquisa estiveram presentes Janaina de Fátima Chudzik, do Instituto Histórico e Geográfico do Paraná (IHGPR); Guido Dezordi, da Associação das Empresas de Design do Paraná (Prodesign-PR); Andrea Luiza Curralinho Braga, do Conselho Regional de Serviço Social (Cress-PR). E ainda Jussara de Fátima Simão, da Associação Comunitária Amigos do Santa Efigênia (Acase); e Natasha Alvarez e Micah Cruz, do Instituto Atuação.

A 43ª reunião ordinária do Conselho da Cidade foi coordenada pelo secretário executivo do Concitiba, Laércio Leonardo de Araújo, e Sheila Branco, da Coordenação Geral do Concitiba.

Debates sobre a Lei

Os debates sobre a Lei de Zoneamento são prioridades do Conselho da Cidade (Concitiba), órgão colegiado composto por 64 integrantes, sendo 60% da participação de representantes da sociedade civil organizada e 40% do poder público. No Concitiba foi formado um Grupo de Trabalho de Zoneamento (GTZ) específico para tratar do tema.

Sugestões também são encaminhadas em reuniões semanais realizadas no Ippuc, com a participação de vereadores, representantes de universidades e de profissionais cujas atividades têm relação direta com a gestão urbana.

O município também recebeu para análise propostas encaminhadas por representantes de dez entidades representativas da cidade.

 

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484