Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Carnaval 2017

Com a marcha O Amor Não tem Idade, Rancho das Flores esbanja vitalidade

26/02/2017 09:17:00

O Rancho das Flores, o mais tradicional bloco de Curitiba, participou dos desfiles do Carnaval 2017 fazendo uma homenagem ao amor. Composto por aproximadamente 400 idosos participantes dos grupos de convivência mantidos pela Fundação de Ação Social (FAS), o bloco entrou na Avenida Marechal Deodoro às 20h45, animando o público que estava nas arquibancadas e nas ruas participando da festa.

Ao som da marcha O Amor não tem Idade, os idosos esbanjaram alegria e vitalidade durante todo o desfile, que aconteceu entre as ruas Barão do Rio Branco e Marechal Floriano Peixoto. O tema deste ano foi o mesmo que seria apresentado no desfile de 2015, mas que, em função das fortes chuvas daquele ano, precisou ser cancelado.

Antes do desfile, a presidente da FAS, Larissa Tissot, agradeceu a participação de todos. “É muito gratificante ver essas pessoas participando desta grande festa. Todos eles são atendidos pelos nossos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos, o que nos enche de satisfação e orgulho”, disse. Larissa lembrou que o atendimento às pessoas idosas é umas das prioridades do prefeito Rafael Greca.

Joaquim Barbosa dos Santos e Teresinha Costa Cândido, há 20 anos desfilando como Casal Destaque da Regional Bairro Novo, eram pura alegria. Casados desde 1954, contaram que participam do Rancho das Flores desde a criação, há 27 anos, e que não perdem um carnaval.  “Isso aqui é muita animação”, disseram. Joaquim e Teresinha também gostam de cantar. Eles participam de dois corais, um do Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do Bairro Novo e outro da igreja. “E eu ainda toco bandolim, um instrumento de oito cordas”, contou orgulhoso o senhor Joaquim.  

Iza Janaciavew, 71 anos, estreou na avenida com o Rancho das Flores e desde a concentração não parou de pular. “Minhas amigas me convidaram para eu participar. Eu vim porque gosto muito de dançar, sou bailarina espanhola”, contou. Dona Iza participa das atividades do Cras Acrópole, da Regional Cajuru, onde faz bordado e pintura em pano de prato.

Participante do Rancho das Flores há 15 anos, Genir Trechsler, 74 anos, também era uma das mais animadas já na concentração. Sem parar um minuto, ela estava ansiosa para o desfile na avenida. “É muita alegria estar aqui”, disse. Genir contou que, semanalmente, faz dança cigana ofertada pelo Cras Boa Vista.

História

O bloco Rancho das Flores foi criado em 1989. Na época, o grupo tinha letra própria e as fantasias dos participantes eram criadas pelo estilista e carnavalesco paranaense Ney Souza, que entre as décadas de 60 e 80, foi destaque nos luxuosos bailes e concursos de fantasias que aconteciam, principalmente, no Rio de Janeiro. Os idosos do Rancho das Flores é que confeccionavam as fantasias.

A partir de 1990, o Rancho das Flores passou a desfilar e participa da abertura do carnaval de rua de Curitiba, que integra o calendário anual de eventos direcionados à população idosa em Curitiba. Desde 2006, o desfile do Rancho das Flores é coordenado pela Fundação Cultural Curitiba (FCC), organizadora do carnaval de rua de Curitiba.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484