Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Sem torcer o nariz

Cinco formas de fazer a criançada comer frutas e verduras e crescer com saúde

12/10/2017 07:00:00

Repor as frutas e hortaliças de casa e trabalhar no Departamento de Educação Alimentar da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab) não são as únicas razões que levam a nutricionista Franciele Gabriel a frequentar as feiras, mercados e sacolões da Prefeitura. Mãe de Davi, de 3 anos, ela sabe como é grande o desafio de fazer uma criança comer alimentos in natura. “Para que os pequenos tenham uma alimentação saudável, que eles gostem de comer frutas, legumes e verduras, é preciso muita persistência e uma dose de criatividade. Por isso, um dos nossos passeios é percorrer as bancas desses estabelecimentos, onde eu mostro a variedade de hortifrutigranjeiros e busco despertar nele a vontade de experimentá-los”, afirma a especialista.

Franciele lembra que, até por volta dos dois anos, as crianças não costumam oferecer muita resistência aos alimentos. “Elas, normalmente, estão habituadas com o consumo de batatas, cenouras e espinafre, mas em forma de sopa ou papinha. A resistência começa, na realidade, quando é hora oferecer a verdura ou o legume em sua forma natural. Aí, a criança estranha e rejeita”, justifica a nutricionista da Smab.

O início do consumo de alimentos industrializados contribui, em muito, para que a criança torça o raiz para os pratos repletos de hortaliças e frutas. Segundo Franciele, doces com muito açúcar e frituras, que têm um sabor bem mais acentuado, fazem com que o pequeno rejeite as verduras e frutas. “Por isso, os pais devem controlar o que entra em casa. Se pães integrais e produtos de hortifrúti frescos estão sempre à mesa, as crianças terão menos chances de consumir balas e salgadinhos”, afirma.

Mas nem sempre controlar o que entra em casa e alimentar-se de forma saudável bastam para fazer com que os pequenos comam todo o prato de alface e cenoura e ainda peçam uma pêra de sobremesa. “Também não perca tempo forçando a criança a aceitar brócolis, especialmente se ela já come espinafre, cenoura e chuchu”, adverte Franciele.

Na realidade, existem abordagens que ajudam os pais a educarem suas crianças para uma alimentação saudável. A nutricionista da Prefeitura dá cinco dicas:

Dê o exemplo

Se os pais não comem frutas, verduras e legumes, diariamente, como será possível fazer a criança também comer? Sim, os pais têm papel fundamental na educação alimentar dos pequenos e dar o bom exemplo faz parte deste processo de criação de hábitos da criança. Ou seja, manter o próprio prato saudável (com muita folhas, verduras e legumes) e não desistir de oferecer esses alimentos, mesmo que o filho o recuse, são atitudes corretas a serem tomadas.

Enriqueça a receita

Se o pequeno não gosta de brócolis refogado, que tal fazer um suflê ou torta? Caso a criança se esquive de comer beterraba crua ou cozida, uma boa alternativa não seria fazer um suco do legume com laranja ou outra fruta que ele goste? Além disso, acrescente os vegetais nas receitas: legumes em cubos ou ralados no arroz branco, no recheio de tortas, nas panquecas e bolos.

Seja criativo

Esbanje criatividade na hora de colocar a verdura, o legume e a fruta no prato da criança. Que tal fazer os divertidos “casamento entre vegetais” ou “aviãozinho de vegetais”? Contar, por exemplo, que a couve flor quer se casar com o brócolis e que o casamento vai acontecer na barriga do pequeno, e não no prato, provavelmente vai fazer a criança entrar na brincadeira e comer. Outra forma de fazer o filho saborear verduras e legumes é montar pratos coloridos com diferentes vegetais, sendo usados para compor desenhos e formas diferentes. Ofereça diferentes combinações para que os sentidos do pequeno sejam estimulados.

Cozinhando em família

Um ótimo programa familiar, que poderá despertar na criança o desejo de comer hortaliças, é convidá-la para participar da preparação da própria comida. A experiência irá promover a interação do pequeno com novos legumes, verduras e frutas, seus sabores e texturas. Importante: apenas escolha receitas de fácil preparo e que não exijam a manipulação de nada arriscado.

Visitem juntos feiras, mercados e hortas da Prefeitura

Quer ver uma criança comer verduras e legumes? Pois a leve para conhecer uma das feiras, mercados e hortas da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento (Smab), excelentes lugares onde os pequenos podem aprender sobre frutas e vegetais. Ao percorrer as bancas dos feirantes ou os canteiros das hortas comunitárias, a criançada irá se divertir, sem falar que o passeio poderá ajudar a despertar no pequeno o desejo de conhecer novos sabores.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484