Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Planejamento urbano

Avaliadores da Capital Mundial do Design visitam pontos estratégicos de Curitiba

05/08/2015 18:07:00

Durante três dias, representantes do Conselho Internacional das Sociedades de Desenho Industrial (International Council of Societies of Industrial Design – Icsid) estiveram em Curitiba para conhecer e avaliar a cidade. A organização canadense é responsável pela escolha da Capital Mundial do Design para o ano de 2018.

O título está sendo disputado entre Curitiba e a Cidade do México, após a eliminação de outras 28 concorrentes de várias partes do mundo.

A secretária-geral do Icsid, Dilki de Silva (Canadá), veio acompanhada pelo designer e conselheiro executivo da Instituição, Nils Toft (Dinamarca). Eles visitaram diversos locais, como o calçadão da Rua das Flores, o Bosque do Papa, o Paço Municipal, o Teatro Paiol, a Rua da Cidadania do Carmo, o Parque Náutico, o Jardim Ambiental da Rua Schiller e a Praça Rui Barbosa – onde está localizada a primeira Tuboteca implantada em Curitiba. O objetivo era avaliar o funcionamento da cidade em seu dia a dia e como o design se insere neste contexto.

Caso Curitiba vença a disputa, terá de promover uma série de eventos obrigatórios ao longo de 2018. Por isso, os representantes do Icsid também visitaram os locais apresentados para a realização de alguns desses eventos, tais como o Castelo do Batel, a Pedreira Paulo Leminski, a Ópera de Arame, a sede da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e o Museu Oscar Niemeyer (MON). “A concessão do título de Capital Mundial do Design passa por sua capacidade de reinvenção. Precisamos constatar que o design contribui para a qualificação do espaço urbano, para o crescimento econômico, para a sustentabilidade e para a inclusão social”, destacou a canadense Dilki de Silva.

Parceiros Estratégicos

Outros critérios fundamentais na avaliação das cidades que concorrem ao título são o envolvimento da sociedade local e o grau de comprometimento dos apoiadores com a realização de todos os eventos e iniciativas exigidos pelo Icsid. Desta forma, Dilki e Nils participaram de reuniões técnicas e foram ciceroneados por representantes do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Centro Brasil Design (CBD) e ProDesign>PR. Eles também participaram de encontros com lideranças empresarias. Na Federação do Comércio do Estado do Paraná (Fecomércio PR) foram recebidos por Rui Lemes, que é diretor de Relações Internacionais. “Temos o maior interesse em receber este evento em Curitiba. Somos parceiros e já estamos colaborando ativamente”, declarou Lemes.

Outro parceiro que também fez questão de reiterar seu apoio a Curitiba como Capital Mundial do Design foi Antonio Miguel Espolador Neto, presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP-PR). “Temos 27 mil membros com grande influência e participação em todo o Estado. Colocamos nossa instituição, com seus 125 anos de existência, a serviço da candidatura de Curitiba que tem todas as condições para vencer”, disse Espolador Neto.

Já o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Edson Campagnolo, empresário ligado ao ramo do design de moda, falou sobre o comprometimento das principais instituições paranaenses com a causa. “Se vencermos, vamos cumprir todas as exigências do Icsid. Já temos um profundo envolvimento com esta causa, por meio da Fiep, e trabalharemos para uma disseminação do design ainda mais intensa em todos os ramos da atividade produtiva, contribuindo para o nosso desenvolvimento e melhoria da qualidade de vida de nossa população”, reiterou Campagnolo.

Os representantes do Icsid também tiveram oportunidade de se reunir com professores e profissionais de várias áreas do design. “Apesar de ter recebido diversos convites, eu nunca deixei Curitiba porque nossa cidade é direcionada ao design”, testemunhou o designer Marcos Menini. Já a designer Gisele Raulik Murphy disse que esteve fora de Curitiba por alguns anos, mas fez questão de voltar para exercer aqui a sua profissão. “Temos planejamento, lideranças criativas, recursos financeiros e um ambiente onde tudo isso está conectado de forma muito especial”, afirmou.

“É a primeira vez que temos duas cidades finalistas da América Latina. No que diz respeito a Curitiba, estamos muito bem impressionados com o que vimos e ouvimos. Ficou evidente o envolvimento dos diversos segmentos da sociedade com a causa do design”, disse o dinamarquês Nils Toft ao final da visita à cidade. “Creio que conseguimos demonstrar ao Icsid que o design é uma causa comum, uma paixão”, disse Tulio Filho, que dirige a PrDesign>PR. “Temos plenas condições de assumir todos os compromissos relacionados a este evento e, com este título, destacar Curitiba no cenário mundial, além de contribuir para o incremento do design em todo o Brasil”, salientou Letícia Castro, diretora executiva do Centro Brasil Design.

“Ficou claro para nossos avaliadores que formamos uma rede em prol desta causa. Esta é uma oportunidade de ouro que poderá lançar Curitiba a um novo patamar”, disse o presidente do Ippuc, Sérgio Póvoa Pires.

No retorno ao Canadá, os representantes do Icsid irão produzir um relatório sobre as duas concorrentes que irá embasar o julgamento dos cinco experts com direito a voto no Icsid. O anúncio da cidade vencedora será feito no dia 18 de outubro, durante a Assembleia Geral da entidade, a ser realizada na cidade de Gwangju, na Coreia do Sul.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484