Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Plano Diretor

Audiências públicas sobre revisão do Plano Diretor vão até segunda

04/06/2014 18:04:00
principal
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura
  • miniatura

Até a próxima segunda-feira (09), a população de Curitiba pode participar das audiências públicas regionais sobre o processo de revisão do Plano Diretor. Nesses encontros, está sendo apresentada a maneira que a revisão será feita e também discutido com a população de que forma deve ser induzido o crescimento da cidade.

Na noite de terça-feira (03), foi realizada a audiência na Regional Boqueirão, que contou com a presença de 200 pessoas. Depois das apresentações iniciais realizadas por técnicos do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), o evento foi aberto para a participação da comunidade.

Foram apresentados pedidos para a regularização fundiária de milhares de pequenos proprietários da região do Boqueirão, construção de habitações de interesse social e investimentos na área de mobilidade que facilitem o acesso aos bairros, diminuindo os gargalos e dando mais fluidez ao trânsito.

Os próximos encontros serão nas regionais Boa Vista (4/6, na Rua da Cidadania), Santa Felicidade (5/6, Rua da Cidadania), Fazendinha (9/6 Rua da Cidadania), sempre 18h30.

Participação

O morador Jorge Luís dos Santos explicou que a regional recebeu muitas vias rápidas, mas ainda precisa de sinalização adequada. “Melhoraram a mobilidade dos carros, aumentaram a velocidade das vias, mas esqueceram do pedestre. Há muitos acidentes em nossa regional”, disse Santos.

A técnica da Secretaria de Trânsito (Setran) Gisele Alves de Souza Oliveira respondeu que essa região cresceu muito nos últimos anos e, por isso, apresenta novas necessidades. “Estamos fazendo contagens de veículos e pedestres para decidir quais são as melhores decisões técnicas para cada local. No entanto, sempre que houver acidentes, é preciso que a comunidade faça os boletins de ocorrência. O que nem sempre acontece, principalmente quando os acidentes são de menor gravidade. Os boletins são uma ferramenta importante na mão do poder público, pois nos ajudam na tomada de decisões”, disse Gisele Oliveira.

Houve também um pedido para a mudança de zoneamento ao longo do eixo estrutural do Boqueirão. “Somente esse eixo ainda não teve a oportunidade de crescimento vertical. Isso traria desenvolvimento econômico e social para toda a região", disse Cecílio Massanero. “Nós também desejamos o desenvolvimento harmônico dessa região e, com certeza, esse é um assunto muito importante a ser estudado”, respondeu o presidente do Ippuc, Sérgio Póvoa Pires.

Já o empresário André Barrozo fez um questionamento a respeito da possibilidade de implantação do sistema de carro compartilhado pela Prefeitura de Curitiba. “O carro compartilhado permite a integração com outras modalidades de transporte. Além disso, pesquisas indicam que cada carro compartilhado retira das ruas de nove a 13 veículos de passeio, o que reduz a poluição do ar e melhora o tráfego”, informou Barrozo

A moradora Sandra Santos, por sua vez, falou, entre outras questões, sobre a necessidade de reorganizar o transporte de cargas no perímetro urbano. “Nós concordamos com a sua afirmação. O Ippuc está realizando, com a colaboração de outras secretarias, o Plano Municipal de Logística que vai regularizar exatamente esse aspecto, o transporte de cargas dentro da cidade”, destacou o presidente do Ippuc, Sérgio Pires.

Também estiveram presentes à audiência pública desta terça-feira na regional Boqueirão o presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues, o gestor de operações do transporte coletivo da URBS, Luiz Filla, o secretário de Relações com a Comunidade, Caíque Ferrante, o administrador da Regional Boqueirão, Augusto Meyer Neto, e os vereadores Giovani Fernandes e Tiago Gevert.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484