Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Plano Diretor

Audiência no Bairro Novo reúne mais de 200 pessoas

21/11/2014 16:59:00

A penúltima audiência pública de revisão do Plano Diretor aconteceu na noite desta quinta-feira (20), na Regional Bairro Novo, na Escola Municipal Professora Rejane Silveira Sachette. Cerca de 200 pessoas participaram do evento que foi coordenado pelo presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Sérgio Póvoa Pires, e contou com a presença do administrador da Regional Bairro Novo, Pedro Claiton Pelanda; do presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues; e do vereador Toninho da Farmácia.

Seguindo o modelo dos eventos anteriores, a audiência foi dividida em quatro etapas. As três primeiras foram reservadas às apresentações dos técnicos do Ippuc que explicaram como vem sendo realizado o processo de participação popular na revisão do Plano Diretor – incluindo o projeto Urbanista Mirim, comandado por crianças das escolas públicas municipais. Na sequência foi apresentado um resumo das contribuições populares e técnicas para a revisão do Plano Diretor e, por último, foi explicada a dinâmica da Conferência de revisão do Plano Diretor que será realizada nos dias 6 e 7 de fevereiro de 2015.

Na quarta etapa da audiência pública, depois de assistir às palestras técnicas, os participantes puderam fazer perguntas e apresentar sugestões. Foram apresentadas demandas na área da saúde, com o pedido de implantação de uma nova unidade de saúde no Umbará e a abertura de concurso público para trabalhadores do setor. Também foram feitos pedidos nas áreas da segurança, educação, transporte coletivo e regularização fundiária.

Outra questão levantada pelos moradores são os cuidados com o meio ambiente, especialmente no que diz respeito ao lixo, já que muitos moradores têm o hábito de depositar restos de construções em terrenos baldios. “Também há depósito irregular de lixo em áreas verdes e junto aos cursos d’água", disse Rosinei Batista Jacumassu, que preside a Associação de Moradores Novo Horizonte, no bairro Sítio Cercado.

Uma das questões que mais afeta os moradores da Regional Bairro Novo diz respeito à mobilidade: em todos os bairros e vilas, há a necessidade de melhorias na pavimentação de ruas e na construção de calçadas. “Pelo menos a metade da regional tem problemas nessa área. Não adianta fazer o rebaixamento para garantir o acesso da pista para a calçada se, sobre a área do passeio há todo tipo de obstáculo, como postes, degraus e até calçadas mal feitas ou quebradas”, aponta Rosinei Batista Jacumassu.

Desde o início do processo de revisão do Plano Diretor, os moradores das regionais têm participado de debates e reuniões informais, organizados por lideranças comunitárias. “A gente discute pelo menos uma vez por mês. O grupo não é grande, mas é bastante ativo”, relata Ariete Pizzato De Conto que preside a Associação de Moradores da Comunidade do Umbará. Para uma boa parcela dos moradores das regionais é muito importante a distribuição do material informativo em papel. “Muita gente não tem acesso à Internet. E muitos dos que têm, não sabem lidar com isso ou não têm interesse, por isso é fundamental o acesso à cartilha em papel e ao informativo”, salientou Ariete De Conto.

O líder comunitário Rosinei Batista confirmou. “O papel funciona melhor. Os moradores fazem anotações, sublinham os tópicos em que têm dúvidas e depois debatem. Mas o fundamental é mesmo a oportunidade de participar das audiências públicas. O pessoal espera com ansiedade para ouvir e para falar”, destacou.

Ao final da audiência pública, o presidente da Cohab, Ubiraci Rodrigues, elogiou o posicionamento da comunidade. “As pessoas estão aqui porque compreendem que não adianta reclamar depois de aprovada a lei. É preciso participar dessa construção, ajudar na tomada de decisões”, salientou. “A população foi chamada a se manifestar e está fazendo isso com boa vontade e com alegria. Estamos aprendendo juntos e elaborando um projeto de lei com a colaboração ativa dos mais variados segmentos da comunidade. Cada um com suas necessidades, seus desejos e sua visão da realidade. É assim que se faz uma cidade mais justa, humana e participativa”, comemorou o presidente do Ippuc, Sérgio Póvoa Pires.

Confira o local da última audiência pública de revisão do Plano Diretor:

PORTÃO - 21/11/2014 (sexta-feira)

Auditório III - Rua da Cidadania da Fazendinha (Rua Carlos Klemtz, 1700, ao lado do Terminal – Fazendinha).

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484