Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Fornecedores

Armazéns da Família valorizam nas gôndolas os produtos paranaenses

18/06/2017 10:39:00

Sábado é dia de estrogonofe na casa da salgadeira Maria José dos Santos Oliveira, 62 anos. Toda quinta-feira, ela vai ao Armazém da Família da Matriz, no Centro, para comprar o champignon que será usado no prato, que ainda leva o creme de leite, o frango, o molho de tomate e o caldo de galinha vendidos na unidade da Prefeitura. A 54 km dali, na divisa entre Araucária e Contenda, Juanice Brongel, 29 anos, coordena o processamento dos cogumelos cultivados na propriedade rural da família e que podem ser encontrados nos 33 pontos do programa administrado pela Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento.

Com cerca de 300 fornecedores escolhidos por licitação, os Armazéns da Família trazem muitos produtos industrializados e processados no Paraná. “Trabalhamos como grandes cooperativas, como Coamo e Copacol, e também com médias e pequenas empresas. Mas também adquirimos alimentos processados de agricultores familiares, que nos fornecem, principalmente, doces, conservas e embutidos”, conta Ivone Aparecida de Melo, diretora do Departamento de Abastecimento Social da secretaria e responsável pelas 33 unidades que vendem alimentos e itens de higiene e limpeza.

Mercado certo

A compra das conservas da agroindústria da família de Juanice Brongel é um exemplo da preocupação da Prefeitura em ter no mix do Armazém da Família alimentos e outros itens de fornecedores paranaenses. “Os Armazéns nos garantem um mercado certo e boa parte da nossa receita e do sustento da nossa família”, afirma Juanice, que, além do champignon, entrega geleias de morango e amora, todos com a marca Pratto Fino, nas unidades administradas pela Smab.   

Da pequena fábrica de embutidos de Humberto Antônio Rossa, 50 anos, saem delícias como cracóvia, lombo defumado, linguiça toscana, salame, costelinha e bacons. “Produzimos três mil quilos de produtos por mês e para nós é muito importante estar no Armazém da Família”, conta do empresário.

Principal cliente

Formada por 32 produtores, a Cooperativa dos Agricultores Familiares da Colônia Castelhanos (Coocastel), de São José dos Pinhais, é responsável pelos doces de banana comercializados nos Armazéns da Família. A cooperativa entrega, por licitação, cerca de 3 mil potes de doce de banana.

Parte da água sanitária e do álcool em gel disponíveis nas gôndolas dos Armazéns da Família chega diretamente de Almirante Tamandaré. Fornecidos pela empresa Da Ilha, os dois itens são produzidos em uma unidade que emprega cerca de 180 pessoas, conta Giusepe Sanson, 31 anos, responsável pela área comercial da indústria paranaense de médio porte.

Vendida a partir deste ano nos Armazéns da Família, a posta de tilápia agora é obrigatória toda semana nas refeições da aposentada Deirijane Rodrigues, 64 anos. “Foi a melhor coisa dos últimos tempos que encontrei no Armazém. O peixe é prático de preparar”, salienta ela, que não sabia que o pescado vem diretamente de Cafelândia, onde são processadas pela Cooperativa Agroindustrial Consolata (Copacol). A gigante do Oeste do estado e a Cooperativa Agroindustrial de Maringá (Cocamar) são grandes fornecedores paranaenses do programa da Prefeitura.

Quem pode comprar no Armazém da Família

Apenas moradores de Curitiba, com renda familiar de até 5 salários mínimos e com cartão de acesso, podem comprar nas 33 unidades do programa Armazém da Família. O cadastramento e a emissão dos cartões devem ser feitos nos núcleos da Secretaria de Agricultura e Abastecimento nas Administrações Regionais localizadas nas Ruas da Cidadania da Prefeitura.

 

 

Encontre a unidade mais próxima de casa:

Autódromo

Rua Leonardo Novicki, 740 (Avenida do Trabalhador, esquina com Rua Dr. Ivan Jorge Cury), Cajuru

Fone: 3581-1780 / 3581-1784

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Bairro Alto

Rua Rio Japurá, 1.758 (esquina com a Rua Rio Jari e Avenida da Integração), Bairro Alto

Fone: 3367-4143

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h.

 

Bairro Novo

Rua Ana Alzira Cordeiro, s/nº (esquina com a Rua Ourizona), Sítio Cercado

Fone: 3289-3736

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Barigui/CIC

Rua Desembargador Cid Campelo, 5.855 (entre as Ruas Ildefonso Clemente Puppi e Andrea Guimarães), CIC

Fone: 3245-4400

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Boa Vista

Avenida Paraná, 3.783 (esquina com a Rua Fernando de Noronha), Boa Vista

Fone: 3356-2087

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Boqueirão

Avenida Marechal Floriano, s/nº (Terminal de Ônibus Boqueirão), Boqueirão.

Fone: 3286-4048

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Campo do Santana

Rua Delegado Bruno de Almeida, 3.415, Rio Bonito, Campo Santana

Fone: 3265-2932

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h.

 

Caiuá

Rua Maria Lúcia Locher de Athayde, 7.954 (próximo ao Parque dos Tropeiros), CIC

Fone: 3229-4395 / 3329-5931

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Capão Raso

Rua República Argentina, 5.259 (Terminal de Ônibus Capão Raso), Capão Raso

Fone: 3212-1502

Terça a Sexta-feira, das 9h às 17h15. Aos sábados, das 9h às 13h

 

Centenário

Rua Lourival Wendler, 600 (esquina com a Rua Ceilão, atrás do Terminal de Ônibus Centenário), Cajuru

Fone: 3581-1687

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Fazendinha

Rua Carlos Klemtz, 1.600 (ao lado do Terminal Fazendinha), Fazendinha

Fone: 3350-3788 / 3350-3789

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Jardim Paranaense

Rua Dr. Benedicto Siqueira Branco, 222 (final da Rua Francisco Derosso), Alto Boqueirão

Fone: 3378-1795

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Maria Angélica

Rua Professor Júlio Theodorico Guimarães, 388-A (esquina com Rua Monte Sinai), Pinheirinho

Fone: 3212-1493

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Matriz

Rua da Cidadania Matriz (Praça Rui Barbosa), Centro

Fone: 3313-5822

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Monteiro Lobato

Rua Odir Gomes da Rocha, 550, Tatuquara

Fone: 3349-2399

Terça a sexta-feira das 8h45 às 17h15. Aos sábados das 8h30 às 13h

Nossa Senhora da Luz

Rua Sérgio Carlos Martins Leal, s/nº (ao lado da Creche Tia Eva), CIC

Fone: 3246-5539

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Osternack

Rua Guaçuí, 5.757, Sítio Cercado

Fone: 3348-9943

Terça a sexta-feira das 8h45 às 17h15. Aos sábados das 8h30 às 13h

 

Parolin

Rua Profº Plácido e Silva, 860 (esquina com Brigadeiro Franco), Parolin

Fone: 3334-5802

De terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Pilarzinho

Rua Profº Hostilio de Araújo, s/nº, Pilarzinho

Fone: 3339-9581

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Pinheirinho

Avenida Winston Churchill, 15 (Terminal Pinheirinho), Pinheirinho

Fone: 3346-1238

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Sabará

Rua Antônio Pastre, 420 (Esq. Rua São Perpétuo e Estrada Velha do Barigui), CIC

Fone: 3249-6258

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

São João Del Rey

Rua Filósofo HubertoRohden, s/nº (esquina com Celeste Tortado Gabardo), Sítio Cercado

Fone: 3349-3022

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Sábados, das 8h30 às 13h

 

Santa Efigênia

Rua José Carlos Puppi, s/nº (fundos do Terminal Barreirinha), Barreirinha

Fone: 3354-6944

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Santa Felicidade

Via Vêneto, 1.540, Santa Felicidade

Fone: 3272-9649

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Tatuquara

Rua Ernesto Germano Francisco Hannemann, 216 (Jardim da Ordem/Tatuquara), Tatuquara

Fone: 3265-3429

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Uberaba

Rua Augusto David de Moraes, 160 (Fundos Barracão Empresarial), Cajuru

Fone: 3296-5430

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Uberlândia/Vila Leão

Rua Felinto Bento Viana, 637 (Esquina com a Praça Maria Regina Predobom Vanzo), Novo Mundo/Portão

Fone: 3229-9676

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Umbará

Rua Ana Ricardo Cordeiro, 243 (entre as ruas Vicente Negrello e Afonso Bandeira), Umbará

Fone: 3396-0934

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Vila Oficinas

Rua Eng. Costa Barros, s/nº (Terminal Vila Oficinas), Cajuru

Fone: 3365-7272

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Vila Torres

Rua Iapó, 253, Rebouças

Fone: 3333-3674 / 3332-4186

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Vila Sandra

Rua Robert Redzimski, s/nº (esquina com Rua João Dembinski), CIC

Fone: 3285-2945 / 3279-2613

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Vila São Pedro

Rua Hermenegildo Bonat, 408-B, Xaxim

Fone: 3248-7202 / 3246-4452

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

 

Vila Verde

Rua Emílio Romani, 241 (esquina com Rua Jornalista Rubens Ávila), CIC

Fone: 3569-3451

Terça a sexta-feira, das 8h45 às 17h15. Aos sábados, das 8h30 às 13h

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484