Registrar
Acesso à informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Homenagem

Alunos de escola especial criam presentes para o Dia do Professor

11/10/2018 08:42:00

O Dia do Professor está chegando e os estudantes da Escola Municipal de Educação Ali Bark, no Seminário, estão caprichando na produção de produtos artesanais que serão oferecidos como presente, aos funcionários da unidade. Além do que está sendo preparado com muito capricho para expressar carinho e reconhecimento aos professores da escola, os estudantes criaram opções variadas de presentes que podem ser adquiridos pela comunidade.

São cadernos, blocos, risque e rabisque, cartões, caixas e envelopes feitos com papel reciclado, escapulários, cordão para óculos, mandalas, sachês perfumados e mais uma dezena de itens produzidos pelos estudantes com deficiência intelectual, durante as oficinas de aprendizagens de cartonagem, artesanato e reciclagem de papel. Os presentes para os professores da escola serão surpresa e exclusivos.

As oficinas são parte das ações de preparação dos estudantes, com 16 anos ou mais, ao mercado de trabalho, para que desenvolvam autonomia para serem incluídos em empresas e comércios. Criados para agradar a todos os públicos, os produtos custam de R$ 5 a R$ 50. Todo o valor arrecadado com as vendas é revertido à compra de matéria-prima para as oficinas, aulas de campo e experiências pedagógicas fora da escola.

A beleza estética dos produtos, com acabamento refinado e bom gosto são de impressionar. A produção, explica a professora de apoio a empregabilidade, Adriana Zeni, é parte do processo de aprendizagem dos estudantes e, “embora realizada para desenvolver a autonomia e ensinar os conceitos do mercado de trabalho, é uma atividade que eles participam com alegria e motivação”, diz Adriana.

“Produzindo os artigos artesanais os estudantes conhecem as etapas de trabalho, a importância com a higienização, o manuseio de materiais, liderança e iniciativa, como acatar ordens e delegar funções”, explica a pedagoga responsável pelo Programa das Oficinas de Trabalho, Silvana Bello.

Além das peças artesanais, os estudantes produzem os envelopes, com dobra e papel especial, que são usados pelo Arquivo Público Municipal, para armazenamento de documentos.

Homenagem

Sem dar pistas do que estão produzindo para presentear os próprios professores, o estudante Thiago Buss, 24 anos, diz que todos os produtos são criados com dedicação e cuidado. “Gosto de fazer os artesanatos e para os professores a gente caprichou muito”, diz Thiago que adora a oficina de cartonagem.

A estudante Miriam Paula de Lima, 19 anos, conta que as oficinas são as suas atividades preferidas na escola. “Eu gosto de fazer quilling (rolinhos de papel) e decorar tudo. Os professores vão gostar de receber o carinho”, disse Miriam.

Quem tiver interesse em conhecer ou adquirir os artigos produzidos pelos estudantes pode procurar a escola que fica na Rua Vicente Pontarolla, 11, no Seminário. Além daqueles que estão no estoque é possível fazer encomendas. “Além da beleza e da qualidade dos produtos existe um aspecto social”, diz Silvana. “Ao adquir as criações dos nossos estudantes as pessoas contribuem com o aprendizado das questões da empregabilidade e autonomia que são fundamentais para eles”, explica a professora.

A Rede Municipal de Ensino de Curitiba conta com três escolas de Educação Básica na Modalidade Educação Especial. Além da Ali Bark, que atende estudantes de 0 a 24 anos, com deficiência intelectual e/ou associada a outras deficiências, há ainda as escolas Helena Wladimirna Antipoff (Boqueirão) e Tomaz Edison de Andrade Vieira, no Pinheirinho. Nestas escolas, o atendimento acontece por meio dos programas de estimulação essencial, educação infantil, ensino escolar e educação para o trabalho, que é desenvolvido de acordo com a faixa etária e as necessidades e habilidades de cada estudante.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484