Registrar
Lei de Acesso à Informação
Prefeitura Municipal de Curitiba

Participação popular

6ª Conferência da Cidade de Curitiba discute políticas públicas nesta sexta e sábado

16/06/2016 09:27:00

Teve início na noite desta quarta-feira (15), a 6ª Conferência da Cidade de Curitiba (6ª COMCURITIBA), realizada pelo Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) e coordenada pelo Conselho da Cidade de Curitiba (Concitiba). O evento tem o propósito de discutir e elaborar políticas públicas voltadas ao futuro de Curitiba, visando à construção de uma cidade sustentável do ponto de vista social, econômico e ambiental. Mais de 400 pessoas participaram da cerimônia de abertura que contou com palestra magna da professora doutora em arquitetura e urbanismo, Cláudia Pires, de Minas Gerais. Ela abordou o tema central da conferência que discute a função social da cidade e da propriedade.

“O real engajamento dos cidadãos passa pela participação ativa na elaboração de políticas públicas, mas vai muito além disso: é preciso ter respeito e generosidade no trato com a cidade, compreendendo que o mau uso dos espaços públicos e privados, a poluição ambiental e a devastação de áreas verdes são, muitas vezes, problemas causados por indivíduos que prejudicam toda a comunidade”, apontou Cláudia Pires.

Do ponto de vista do poder público, a arquiteta salientou que mesmo os municípios que contam com um bom planejamento urbano têm, muitas vezes, dificuldade de tirar seus projetos do papel pela falta de previsão ou de priorização de recursos. “É preciso pensar melhor esta questão, pois o risco de inviabilizar uma cidade do ponto de vista urbanístico é muito grande se não houver o suporte financeiro que permita sua execução”, destacou.

Já o supervisor de Informações do Ippuc, Oscar Schmeiske, fez uma apresentação sobre as diretrizes do processo de adequação da Lei de Zoneamento, Uso e Ocupação do Solo, tema que também será objeto da conferência. “Essa é a principal lei vinculada ao Plano Diretor porque permite sua aplicação prática. É a linguagem física da cidade, definindo usos e aptidões de cada região. Por isso, a harmonia do espaço urbano depende de fatores como o regramento da ocupação e o desenvolvimento planejado”, disse Oscar Schmeiske.

O presidente do Ippuc, Sérgio Póvoa Pires, enfatizou a longa caminhada de Curitiba, desde a implantação do Plano Diretor, em 1966, até os dias atuais. “Com respeito às iniciativas do passado, e atuando sempre em consonância com o Plano Diretor, buscamos soluções criativas e inovadoras para desenvolver o município, torná-lo mais resiliente às mudanças climáticas, atrair investimentos, preservar o patrimônio cultural e arquitetônico, investir na multimodalidade do transporte, conservar e ampliar as áreas verdes e, acima de tudo, humanizar os espaços públicos, tendo as pessoas como o foco principal de nosso trabalho”, enfatizou Sérgio Pires.

Estiveram presentes à cerimônia de abertura o secretário municipal do Trabalho e Emprego, Fernando Guedes; a secretária de Trânsito, Luíza Simoneli; o secretário de Meio Ambiente, Renato Lima; o deputado estadual Tadeu Veneri; e os vereadores Paulo Salamuni, Serginho do Posto, Jonny Stica e Professora Josete; além de representantes dos empresários, trabalhadores e dos diversos segmentos da sociedade civil organizada.

Próximos passos

O segundo dia da conferência, marcado para esta sexta-feira (17), será dedicado à discussão dos eixos de debates. Realizado no Centro de Capacitação da Secretaria Municipal de Educação (Rua Doutor Faivre, nº 398), será dividido em duas etapas. Pela manhã, das 8h30min às 12h30min, serão debatidos os temas: habitação e zoneamento; desenvolvimento econômico e zoneamento; e conflitos relacionados ao desenvolvimento urbano e zoneamento. Na parte da tarde, das 14h às 18h, os grupos irão debates os seguintes assuntos: espaços públicos, mobilidade e zoneamento; e gestão democrática e zoneamento.

Já o terceiro dia da conferência, que será realizado no sábado (18), terá dois momentos bem distintos. Pela manhã, das 8h30min às 12h30min, as atividades serão realizadas no Centro de Capacitação da Secretaria Municipal de Educação (Rua Doutor Faivre, nº 398). Voltada apenas para os representantes da sociedade civil organizada, esta etapa da conferência será dedicada à eleição das entidades e instituições que irão integrar o próximo mandato do Conselho da Cidade de Curitiba (Concitiba). Também serão eleitos os delegados para a 6ª Conferência Estadual das Cidades.

À tarde, das 14h às 18h, no Auditório da Reitoria da UFPR, vai acontecer a etapa final da conferência, aberta a todos os participantes. Num primeiro momento, serão debatidos e aprovados conteúdos dos eixos de debate. Na sequência, haverá a homologação das entidades e instituições eleitas para o próximo mandato do Concitiba, assim como a homologação dos nomes dos delegados eleitos para participar da 6ª Conferência Estadual das Cidades.

 

6ª Conferência Municipal da Cidade de Curitiba (COMCURITIBA)

 

Reuniões Temáticas: dia 17 de junho, das 08h30min às 12h30min e das 14h às 18h, no Centro de Capacitação da Secretaria Municipal de Educação, situado na Rua Doutor Faivre, nº 398.

Eleição dos Membros do Concitiba e Delegados para a 6ª Conferência Estadual das Cidades: dia 18 de junho, das 08h30min às 12h30min, no Centro de Capacitação da Secretaria Municipal de Educação, situado na Rua Doutor Faivre, nº 398.

Plenária Final: dia 18 de junho, das 14h às 18h, no Teatro da Reitoria da UFPR, situado na Rua XV de Novembro, nº 1299.

Endereço
Av. Cândido de Abreu, 817 - Centro Cívico
CEP: 80.530-908 • Fone: (41) 3350-8484