Álbum de fotografias

Teatro Guaíra na Rua Dr. Muricy, início do século XX.
Teatro Guaíra na Praça Santos Andrade, em construção - 1952.
Teatro Guaíra na Praça Santos Andrade, em construção - 1958.
Teatro Guaíra na Praça Santos Andrade, em construção - 1960.
Fotomontagem da Praça Santos Andrade com a maquete do Teatro Guaíra, década de 1950.
Teatro Guaíra, 2010.
Teatro Guaíra, 2015.
Teatro Guaíra, 2015.
Teatro Guaíra, 2015.
Teatro Guaíra, 2010.
Teatro Guaira, 2010.
Plateia do grande auditório do Teatro Guaira, 2010.

Teatro Guaíra

A história do Teatro Guaíra tem início na Província do Paraná. Em 1884, na Rua Dr. Muricy, é inaugurado o Teatro São Teodoro. Na década seguinte, é fechado e, em 1900, reaberto como Teatro Guaíra, funcionando no local até 1939.

Durante toda a década de 1940, há discussões sobre a necessidade de uma nova sede para o teatro. As obras são iniciadas em 1952, inseridas nas comemorações do Centenário da Emancipação Política do Paraná, que incluíam também o Centro Cívico, a Biblioteca Pública do Paraná, a Praça Dezenove de Dezembro e o Colégio Estadual Tiradentes, entre outras. A construção, no entanto, não foi concluída no aniversário de 100 anos do Paraná. Realizada em várias etapas, seu término ocorreu em 12 de dezembro de 1974.

Projetato pelo engenheiro Rubens Meister, o Teatro Guaíra é um importante exemplar da arquitetura modernista de Curitiba e do Paraná. O conjunto arquitetônico é composto por três auditórios: o Miniauditório - Glauco Flores de Sá Brito, com 107 lugares; o Guairinha - Auditório Salvador de Ferrante, com 496 lugares; e o Guairão - Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto, com 2.167 lugares.

O Teatro Guaíra foi tombado pelo Patrimônio Estadual em 2003 e é uma Unidade de Interesse de Preservação de Curitiba.